It's just a nightmare

Tento não me magoar com bobeiras, tento não me sentir ruim com isso, mas as vezes não consigo, e para não estressar mais ninguém com minhas infantilidades, minhas bobeiras, resolvi que vou publicar tudo que está preso em mim, como um diário virtual, como uma caixa, onde tudo que eu não quero sentir no momento, são armazenados.
Enfim…
Toda vez que eu saio, se aparece algum amigo que é próximo de quem eu amo, logo, eu penso nele. Eu o convido para estar perto, mesmo que ele não possa estar, eu já fiz a minha parte, me importei e pensei nele, imaginando: “já que eu estou aqui e os amigos dele também estão, por quê não chamar ele né?”…
É ruim quando isso não acontece de volta, bate aquele sentimento de esquecimento, de que é melhor ele sozinho, de que ele se diverte mais longe de você e que ele fica muito mais confortável assim…
Não me importo com as pessoas que você saia, não me importo com o que você faça, desde que você pelo menos demonstrasse que pensou em mim, seria tudo melhor. Não adianta chegar depois de tudo e dizer: “quando estava lá, pensei em você e queria você comigo” pensar não muda nada, nenhuma atitude pra me mostrar que aquela hora você realmente pensou em mim e quis minha companhia foi tomada…
Mas enfim, eu não posso exigir um mundo perfeito, não posso exigir que você seja do jeito que eu sonhei, afinal, ninguém é perfeito. Eu entendo perfeitamente
A partir de hoje, não ligo mais para isso, não que eu deixei de me importar com você ou deixei de gostar, mas só quero parar de me machucar criando possíveis diálogos, ou coisas que podem acontecer.
Quero crescer, deixar a infantilidade de lado e crescer, não me magoar com nada, aprender que as pessoas são assim, diferentes umas das outras, e que querendo ou não essas coisas acontecem.
Enfim, é isso, é o meu desabafo, é o meu pensamento.


feridosnoprotestosp:

Maria Bernardete de Carvalho, pedestre que não participava da manifestação contra o aumento da terifa do transporte público e acabou atingida por projétil de borracha, durante o confronto entre manifestantes e policiais militares, nesta quinta-feira (13), no centro de São Paulo.